|
LUXAÇÃO DA RÓTULA

Luxação Da Rótula

A dor femoropatelar resulta geralmente da conjugação de diversos factores tais como desequilíbrios musculares, alterações ao nível da cartilagem articular da tróclea femoral ou da rótula, traumatismos articulares, alterações anatómicas entre outras.
O fator fundamental para o tratamento da dor femoropatelar é a avaliação dos sintomas e a realização de uma avaliação multidisciplinar com meios imagiológicos.

As patologias mais comuns da articulação femoropatelar são:

  • Síndrome Rotuliano
  • Instabilidade Rotuliana
  • Lesões Cartilagíneas da Rótula

 

A demonstração mais impressionante da instabilidade da rótula é a luxação da rótula aguda, que pode ocorrer em algumas pessoas com movimentos de torção repentinos.
A rótula pode deslocar para fora da articulação do joelho e comumente também vai reduzir espontaneamente.

Quando a rótula desloca, o resultado é rotura das estruturas de contenção no lado interno da rótula (retináculo medial) e especificamente o ligamento patelofemoral medial.
O ligamento patelofemoral medial é uma contenção primária à luxação da rótula.

Na Clínica Espregueira encontrará uma equipa e meios multidisciplinares de ultima geração para o tratamento da patologia femoropatelar.

Somos especialistas na cirurgia minimamente invasiva da rótula e suas estruturas associadas.

-- Unidade da Anca --
-- Unidade da Coluna --
-- Unidade de Avaliação Médica e Dano Corporal --
-- Unidade do Cotovelo --
-- Unidade do Joelho --
-- Unidade do Músculo e Tendão --
-- Unidade do Ombro --
-- Unidade do Pé --
-- Unidade do Punho e Mão --
-- Unidade do Tornozelo --